VW Polo GTS e Virtus GTS já estão chegando às lojas. O conjunto mecânico será exatamente aquele utilizado pelo já aposentado Golf: motor 1.4 turbo flex com até 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque sempre com câmbio automático de 6 marchas.

De série, o Polo GTS traz itens oferecidos apenas como opcionais na versão Highline, como indicador de pressão dos pneus, frenagem automática pós-colisão e função que mantém os faróis acessos por alguns segundos ao destravar as portas ou desligar o carro. Também trará de série o kit GTS Tech com sensor de estacionamento dianteiro, antena tubarão, câmera de ré, detector de fadiga, quadro de instrumentos digital, central multimídia com GPS e sensores de chuva e luminosidade.

A lista ainda inclui ar-condicionado digital, chave presencial com partida por botão, airbags laterais, assistente de partida em rampa, controle automático de velocidade e saídas de ventilação para fileira de trás.

Faróis full-led – igual àqueles utilizados no Polo europeu e mais refinados que das demais versões nacionais –, start-stop, lanternas escurecidas, bancos com apoio de cabeça integrado e seletor de modos de condução são equipamentos inéditos na linha.

As rodas aro 17 têm desenho exclusivo, diferente do modelo de mesmo diâmetro oferecido como opcional na configuração Highline.

O irmão Virtus GTS terá pacote de equipamentos igual. E, completo, sairá por R$ 108.670.

PREÇO ESTIMADO

Polo GTS: R$ 99.780
Virtus GTS: R$ 104.850

ITENS OPCIONAIS

Pacote Beats Sound: R$ 2.090 (acrescenta dois tweeters, subwoofer e amplicador, divisória ajustável do porta-malas e rede para bagagens).