Modelo será reposicionado por conta do Eclipse Cross

Nascido em 2010 como um modelo de porte intermediário capaz de rivalizar com Hyundai ix35, Kia Sportage e Honda CR-V, o Mitsubishi ASX será ligeiramente rebaixado na próxima geração. Em entrevista concedida recentemente, o vice-presidente executivo da marca na América do Norte, Don Swearingen, declarou que os planos para o modelo incluem torná-lo menor, de modo a enquadrá-lo no nicho dos chamados SUVs compactos. Essa mudança acontecerá dentro de, no máximo, dois ou três anos e resultará no lançamento de um crossover para entrar na briga contra Jeep Renegade, Hyundai Creta, Honda HR-V e companhia.

Mitsubishi ASX (Outlander Sport) 2018

Entre outros motivos, a transformação do ASX em SUV compacto tem relação direta com a chegada do Eclipse Cross, que no atual portfólio acabou por ocupar o lugar abaixo do Outlander. Dessa forma, restará ao modelo hoje fabricado em Catalão (GO) migrar para outra categoria, o que na prática será estrategicamente benéfico para a Mitsubishi. A marca hoje não tem representatividade entre os crossovers de menor porte e está deixando de ganhar dinheiro com um mercado em franco crescimento e que possui enorme potencial no mundo todo.

A aliança firmada com o grupo Renault-Nissan também poderá ajudar no projeto, já que ambas as marcas possuem vasto know-how na categoria – vide o sucesso conquistado com os modelos Kicks, Juke, Captur e Duster.

Esta mesma aliança, aliás, poderá resultar na volta da Mitsubishi ao mercado de picapes na América do Norte, abandonado desde o fim da Raider (derivada da Dodge Dakota). “Nossos concessionários vêem que há uma oportunidade. Agora, com a aliança, talvez haja uma chance”, disse Swearingen. 

Fotos: Divulgação
POR: DYOGO FAGUNDESRepórter